Processo Seletivo - Edital de Ingresso

Instruções para o Processo Seletivo de Pós-Graduação para o 2º Semestre de 2023
 

Serão abertas entre 00 e 00 de março de 2023, as inscrições para o Processo Seletivo para o 2º Semestre de 2023, com vagas para Mestrado/Doutorado, junto ao Programa de Pós-Graduação Letras Estrangeiras e Tradução do Departamento de Letras Modernas. A fim de inscrever-se para a Seleção de Ingresso no Programa o candidato precisa: ter definido a sua área de interesse (Estudos Linguísticos, Estudos Literários Culturais ou Estudos da Tradução). Devido a instabilidade da pandemia, todo processo seletivo, excepcionalmente, será na modalidade à distância. Leiam as instruções abaixo: O programa Letras Estrangeiras e Tradução realiza seleção anualmente, as inscrições para o ingresso na pós-graduação acontecem uma vez ao ano, em março. Todas as informações sobre o processo podem ser obtidas no Departamento de Letras Modernas pelo site http://dlm.fflch.usp.br/, ou junto ao Serviço de Pós-Graduação da FFLCH no link http://pos.fflch.usp.br/processo-seletivo-para-ingresso-no-mestrado-ou-doutorado Sobre a documentação: Antes de iniciar a inscrição tenha disponível todos os arquivos, não poderão ultrapassar 15 MB. Acesse o edital através do menu "Edital" ao final da página para saber qual é a documentação necessária. - Aos candidatos que não possuem CPF: A informação de que é possível fazer a inscrição do CPF online, inclusive sendo estrangeiro através dos links da Receita Federal, e para ter acesso aos formulários de inscrição, os brasileiros/estrangeiros poderão acessar o link abaixo, o serviço é gratuito: 
    

Link para formulário de inscrição no CPF para brasileiro:
https://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/CPF/InscricaoPublica/inscricao.as

Link para formulário de inscrição no CPF para estrangeiro:
https://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/CPF/InscricaoCpfEstrangeiro/default.asp [Atenção]: os estrangeiros que não consigam gerar o CPF, devem digitar nesse campo 11 vezes o número 9 (99999999999); Todos os documentos exigidos e elencados no edital deverão ser incluídos digitalmente através de arquivos em formato PDF, não serão aceitos documentos fotografados, e também fora dos critérios abaixo:
O arquivo em formato pdf do diploma deve conter duas páginas (frente e verso) no mesmo arquivo. Em cada página do arquivo deve conter uma face do documento, como no modelo que pode ser visualizado (clique aqui) - Para candidatos ao Mestrado, sem o Diploma de Graduação, aguardando colação de grau: deve preencher o Termo de Compromisso, que deve vir assinado
, pelo qual se compromete a apresentar documento comprobatório de colação de grau até o último dia do período reservado de matrícula para os ingressantes(baixar arquivo no final da página).
- Para candidatos ao Doutorado, sem o Diploma de Mestrado: Na falta do diploma poderá anexar a ata de defesa, ou Certificado de defesa, ou Termo de Compromisso que deve vir assinado, para aqueles que aguardam a defesa, pelo qual se compromete fazer a defesa até último dia do período reservado de matrícula para os ingressantes (baixar arquivo no final da página).
- Para candidatos que concluir o Mestrado fora da USP, deverão entregar, junto com a inscrição o modelo de declaração, preenchida pela Universidade de origem(baixar arquivo no final da página).
- Para candidatos com Diploma de Mestre obtidos em Universidades estrangeiras, e que dependem de Reconhecimento do Diploma de Mestrado ou Equivalência de Título de Mestre (deve ser solicitado, pelo menos 6 (seis) meses antes do período de inscrição, para saber mais informações clique aqui). Todos os campos do formulário de inscrição deverão ser preenchidos, obrigatoriamente, de acordo ao seu curso escolhido; Antes de finalizar sua inscrição faça uma revisão de todos os campos do formulário a fim de que nenhuma informação ou documento fique faltante; O formulário de inscrição está configurado para não permitir mais de uma inscrição no mesmo programa para o mesmo candidato; Todas as informações solicitadas no formulário de inscrição são importantes e obrigatórias, principalmente o e-mail, pois é através dele que o candidato receberá a confirmação da realização da sua inscrição; Se o campo de e-mail for digitado incorretamente o candidato não receberá a confirmação, o que poderá lhe causar prejuízo durante o processo seletivo; Se a documentação não estiver de acordo com a inscrição será cancelada, e ao final do período o candidato será avisado por e-mail. Por isso, antes de iniciar o processo de inscrição leia atentamente o edital do programa de interesse e faça a inscrição nos formulários no final da página. Procure fazer a inscrição apenas 1 (uma) vez, não deixe de preencher campos importantes para não dar erro, porque todos recebem uma cópia da inscrição como confirmação. Não deixe sua inscrição para o último momento, pois o sistema poderá sofrer instabilidade devido ao grande número de acessos. As inscrições NÃO SERÃO RECEBIDAS FORA DO PRAZO e NEM PRORROGADAS, em nenhuma hipótese. O prazo de inscrição terminará impreterivelmente dia 10/08/2022. Se tiver problemas, tente sempre mais de um navegador para efetuar sua inscrição. Após a leitura atenta do edital correspondente ao programa de interesse e após feita a digitalização em formato PDF da documentação exigida clique no botão "Inscreva-se" abaixo para efetuar a sua inscrição;
As informações aqui fornecidas são de total responsabilidade do candidato, estando o mesmo ciente de que a falta de algum documento ou a inveracidade de alguma informação acarretará no indeferimento de sua inscrição, estando assim impossibilitado de dar prosseguimento no processo de seleção;
Gere o boleto de inscrição através do link "Boleto de Inscrição". Após feito o pagamento, gere um arquivo em formato PDF do comprovante. Você precisará dele para fazer sua inscrição;
Sobre Isenção da Taxa de inscrição:Os pedidos devem ser inseridos no formulário de inscrição, no lugar do comprovante da taxa pagamento. (Leia aqui).

Edital: 2º Semestre de 2023: Clique para visualizar

- Letras Estrangeiras e Tradução (Não disponível)
 
Formulário de Inscrição - Clique aqui
Clique no nome do programa para visualizar o formulário de inscrição, e fazer a inscrição: (O formulário de inscrição será aberto apena no período de inscrição, e o candidato receberá a cópia da inscrição, no seu e-mail, como confirmação, no final da sua inscrição):

- Letras Estrangeiras e Tradução
Formulários e declarações para baixar

- Candidatos ao mestrado, sem o Título da Graduação, aguardando colação de Grau

- Candidatos ao doutorado, sem obtenção do Título de Mestre, aguardando a defesa

- Títulos obtidos no Brasil (fora da USP) e que ainda não receb​eram o Diploma de Mestrado

As/os candidatas/os que se autodeclararem pretas/os e pardas/os

As/os candidatas/os que se autodeclararem indígenas

As/os candidatas/os que se autodeclararem quilombolas
 

Cronograma das Etapas
Proficiência em uma das seguintes línguas modernas: espanhol, francês, inglês, italiano, japonês e português para estrangeiros: Ver editais no site do Centro de Línguas (http://clinguas.fflch.usp.br)
Resultado da Proficiência em Língua Estrangeira pelo Centro de Línguas Até 00/00/2023
Prova de Proficiência em árabe, armênio, chinês, coreano, russo e hebraico: A inscrição no processo seletivo, inscreve o candidato automaticamente para o exames de proficiência nos idiomas acima, serão elaborados e aplicados por professores do programa. O link e as informações necessárias para a prova serão enviados por e-mail aos inscritos. Os candidatos deverão assegurar a conexão internet para a realização da prova. 00/00/2023 às 9h00 (sexta-feira)
Resultado da Proficiência em em árabe, armênio, chinês, coreano, russo e hebraico Até 00/00/2023

Entrega dos Projetos: Enviar o projeto em formato PDF do link http://dlm.fflch.usp.br/form/entrega-de-projetos-ppg-letra
- Área 1: Estudos linguísticos;
- Área 2: Estudos literários e culturais;
- Área 3: Estudos da tradução.

00/00/2023 (segunda-feira)

Prova de Conteúdo: Para a prova de competências, o candidato deverá considerar a bibliografia indicada para a área de concentração na qual se inscreveu:
Área 1: Estudos linguísticos;
Área 2: Estudos literários e culturais;
Área 3: Estudos da tradução.​​
A bibliografia a ser estudada para realização da prova de conhecimentos específicos se encontra, discriminada no link
https://letra.fflch.usp.br/processo-seletivo-edital-de-ingresso

Área 2: Estudos literários e culturais: 00/00/2023 às 14:00, (quarta-feira)

Área 3: Estudos da tradução: 00/00/2023 às 14:00, (quinta-feira)

Área 1: Estudos linguísticos: 00/00/2023 às 14:00, (sexta-feira)

Resultado da Prova de Competências nas Áreas de Concentração: 

 até o dia 00/00/2023 (segunda-feira)

Análise e avaliação oral do projeto: Análise de currículo e arguição oral do projeto a distância: Análise e avaliação oral do projeto: O dia e os horários da análise e avaliação oral do projeto serão divulgados oportunamente por e-mail, após os resultados da prova de competências. A prova será realizada online por meio de link Google Meet que será enviado aos candidatos aprovados na prova de competências. O candidato deverá assegurar a conexão internet para realização da arguição. Entre 00 a 00 de novembro de 2023
Divulgação da definição dos orientadores: Os resultados serão divulgados por e-mail. Até 00/00/2023
Bibliografia da Prova de Competências

Mestrado/Doutorado:

Área de Concentração: Estudos Linguísticos

CORACINI, Maria José. Celebração do outro. Arquivo, memória e identidade de línguas. Campinas: Mercado de Letras, 2013. [capítulos 3, 4] Clique Aqui
DOLZ, Joaquim; OLLAGNIER, Edmée. O enigma da competência em educação. Porto Alegre, Editora Artmed, 2004. [1ª parte; capítulos 1, 2]. Clique Aqui
DOLZ, Joaquim.  As atividades e os exercícios de língua: uma reflexão sobre a engenharia didática.  D.E.L.T.A., 32.1, p. 237-260, 2016. Clique Aqui
GARCIA, André Luis Ming. “Gramática Tradicional ou Normativa? Um enredamento de língua, política, educação e ciência”.  Revista de Estudos da Linguagem. Vol 19, n. 1, p. 220-245, 2011. Clique Aqui
HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro, DP&A Editora, 2006. [Capítulo 3: As culturas nacionais como comunidades imaginadas, pág. 47-65]. Clique Aqui
KOCH, Ingedore G. Villaça. O texto e a construção dos sentidos. São Paulo: Contexto, 2007. [1a parte, capítulos 1, 2, 3, 4, 5]. Clique Aqui
LEFFA, Vilson J. Metodologia do ensino de línguas. In BOHN, H. I.; VANDRESEN, P. Tópicos em lingüística aplicada: O ensino de línguas estrangeiras. Florianópolis: Ed. da UFSC, 1988. p.211-236. Clique Aqui
SOBRAL, Adail ; GIACOMELLI, Karina. . Gêneros na escola: uma proposta didática de trabalho. Linguagem & Ensino (UCPel) , v. 20/2, p. 449-469, 2017. Clique Aqui

Área de Concentração: Estudos Literários e Culturais

ADONIS. Sufismo y surrealismo. Em Sufismo y surrealismo. Trad. José Miguel Puerta Vílchez. Madri, Ediciones del Oriente y del Mediterráneo, 2008, pp. 47-216. Clique aqui
BARTHES, Roland. Aula. Tradução de Leyla Perrone-Moisés. São Paulo: Cultrix, 2002. Clique aqui
FOUCAULT, Michel. "O que é um autor".  FOUCAULT, Michel. Ditos e Escritos: Estética – literatura e pintura, música e cinema (vol. III). Rio de Janeiro : Forense Universitária, 2001. p. 264-298. Clique aqu
FRANK, Joseph. Pelo prisma russo. Trad. Paula C. Rolim e Francisco Achcar. São Paulo, Edusp, 1992, 280 pp. Clique aqui
GLISSANT, Édouard. "Cultura e identidade" e "O caos-mundo: por uma estética da relação". Em Édouard Glissant. Introdução a uma poética da diversidade. Tradução de Elnice Rocha. Juiz de Fora: Editora da UFJF, 2005. p. 71-127. Clique aqui
PERRONE-MOISÉS, Leyla. Mutações da literatura no século XXI. São Paulo: Companhia das Letras, 2016. Clique aqui
ROZENCHAN, Nancy. Literatura hebraica: vertentes do século XX. São Paulo, Associação Editorial Humanitas, 2004, 219 pp. Clique aqui
TODOROV, Tzvetan. A literatura em perigo. Tradução: Caio Meira. Rio de Janeiro: Difel, 2008. Clique aqui
 

Área de Concentração: Estudos da Tradução

AUBERT, Francis Henrik. “Modalidades de tradução- teoria e resultados”. In: TradTerm 5.1. São Paulo, CITRAT-FFLCH-USP. 1998, p. 99-128. https://www.revistas.usp.br/tradterm/article/view/49775
CAMPOS, Haroldo de. “Da Tradução como Criação e como Crítica”. In: TÁPIA, Marcelo; NÓBREGA, Telma Médici (Orgs.). Haroldo de Campos – transcriação. São Paulo: Perspectiva, 2013, p. 1-18. 
CURRAN, Beverley. “Recognition, risk, and relationships: feminism and translation as modes of embodied engagement”. In: Flotow , Luise von; Kamal, Hala. The Routledge Handbook of Translation, Feminism and Gender, 2020, p. 543-554.
GENTZLER, Edwin Gentzler. ”O futuro dos estudos de tradução”. In: Teorias contemporâneas da tradução. São Paulo, Madras, 2009, p. 229-246.
GODARD, Barbara. “A ética do traduzir: Antoine Berman e a ‘virada ética’ na tradução. Tradução em Revista, 30, 2021.1, p.369-403. https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/52947/52947.PDF
HUTCHEON, Linda. Começando a teorizar a adaptação. In: HUTCHEON. Linda. Uma Teoria da Adaptação. Tradução de André Cechinel. Florianópolis: Editora UFSC, 2013, p. 21-60.
PYM, Anthony. Explorando teorias da tradução. São Paulo: Perspectiva, 2017.
TAGNIN, Stella E. O. “A Linguística de Corpus na e para a Tradução”. In: VIANA, Vander; TAGNIN, Stella (orgs.) Corpora na Tradução. São Paulo: HUB, 2015, p. 19-56. Clique aqui

Modelos de Prova / Grade de Avaliação

Modelos de provas

Grade de avaliação

Notas sobre a apresentação de Projetos de Pesquisa

Q. Por que o programa de Letras Estrangeiras e Tradução exige que o candidato apresente um projeto de pesquisa para fins de seleção?
A apresentação do projeto de pesquisa tem como objetivo mostrar que o candidato tem noções claras sobre a natureza de uma pós-graduação acadêmica stricto sensu (orientada à pesquisa). Muitos candidatos confundem a pós-graduação acadêmica com especialização ou pós-graduação lato sensu (profissionalizante). A pós-graduação acadêmica, como se encontra no nosso programa, investe na capacidade do aluno de formular problemas ou questões de interesse científico na sua área de especialização, de aprofundar-se nas abordagens teóricas e metodológicas propostas para esclarecer as questões, de executar um trabalho original sobre um corpus (composto de textos ou dados), de fazer uma análise original e apresentar os resultados de forma coerente numa dissertação ou tese.

A apresentação do projeto de pesquisa garante que o candidato tenha lido o bastante para saber o que significa fazer pesquisa; que tenha uma base mínima de conhecimentos no campo em que deseja pesquisar; que saiba organizar seu pensamento sobre uma questão de interesse; e que tenha noções gerais sobre os procedimentos de uma pesquisa acadêmica. Como os prazos para a finalização da dissertação ou tese são exíguos, faz-se necessário que o candidato já tenha uma concepção clara do que lhe vai ser exigido no programa de pós-graduação. Abaixo, algumas perguntas e respostas que ajudarão a elaborar o projeto de pesquisa.

Q. O projeto de pesquisa apresentado para a seleção pode sofrer modificações ao longo do curso, à medida que o aluno vai adquirindo mais conhecimento?
Certamente. É muito comum que isso aconteça. O importante não são os detalhes do projeto apresentado para a seleção, mas o que a confecção do projeto mostra sobre o preparo do candidato para iniciar uma pesquisa.

Q. Se eu nunca antes fiz pesquisa, como posso montar um projeto de pesquisa adequado?
Sem dúvida, a melhor preparação para a pós-graduação é ter feito uma Iniciação Científica ou ter participado de um projeto durante a graduação (por exemplo, PUB). Contudo, na falta dessa experiência, deve-se observar como são organizados artigos científicos e relatórios de pesquisa na sua área de interesse. Além disso, existem vários livros que explicitam o que são os vários tipos de pesquisa acadêmica e como se faz (ver a bibliografia).

Q. Como o meu projeto de pesquisa deve ser organizado?
Não há uma única forma, mas existem vários itens que normalmente se espera que apareçam num projeto: uma descrição objetiva do tópico/objeto da pesquisa; a justificativa da relevância do tópico/objeto de pesquisa escolhido; uma explicitação dos objetivos da pesquisa e de quais perguntas ou hipóteses a pesquisa visa a investigar; uma discussão teórica que mostre familiaridade com pesquisas e análises anteriores; a explicitação da metodologia de pesquisa a ser adotada, incluindo a forma de escolher ou organizar o corpus e o tipo de análise a ser feita; um cronograma de atividades a serem desenvolvidas no período previsto para a pesquisa; e uma bibliografia de referências citadas ou a serem consultadas.

Abaixo, alguns esquemas para a organização de um projeto:
Esquema para organização de um projeto segundo Fapesp, Pádua (2000), Severino (2000)

Pádua (2000) Severino (2000) Fapesp
1. Título 1. Título 1. Resumo (máximo 20 linhas)
2. Introdução
...* Perguntas da pesquisa
2. Delimitação do tema e do problema da pesquisa 2. Introdução e justificativa, com síntese da bibliografia fundamental
3. Justificativa 3. Apresentação das hipóteses 3. Objetivos
4. Objetivos
...* Gerais
...* Específicos
4. Explicitação do quadro teórico 4. Plano de trabalho e cronograma de sua execução
5. Pressupostos teóricos 5. Procedimentos metodológicos e técnicos 5. Material e métodos
6. Metodologia de pesquisa 6. Cronograma de desenvolvimento 6. Forma de análise dos resultados
7. Cronograma 7. Referências bibliográficas  
8. Bibliografia   (Nota: para Iniciação Científica, máximo de 10 páginas; para Mestrado ou Doutorado, máximo de 20 páginas, espaço duplo)


No PPG-LETRA, sugerimos a seguinte organização do projeto de pesquisa:

1. Folha de rosto contendo título e outras indicações, porém sem o nome do candidato.
2. Resumo (máximo 20 linhas)
3. Introdução e justificativa, contendo objetivos e perguntas de pesquisa
4. Fundamentação teórica ou Pressupostos teóricos
5. Metodologia OU Material e Métodos, contendo forma de análise dos resultados
6. Cronograma de desenvolvimento
7. Bibliografia


Q. É possível explicar melhor cada um desses itens?

Título
O título ideal seria um que chamasse atenção e, ao mesmo tempo, deixasse claro o assunto da pesquisa. Pense que o título deve ser um pequeno resumo da pesquisa. Se o título não é descritivo, muita gente pode deixar de se interessar pela pesquisa porque não entendeu de que se trata. Um título pode conter informação sobre a metodologia aplicada, sobre o quadro teórico empregado, sobre a natureza e escopo do corpus, ou sobre os resultados alcançados.

Introdução
A introdução deve conter uma descrição breve e clara do que vai ser feito na pesquisa e dos objetivos desejados. Deve-se contextualizar a problemática da pesquisa, situando-a no universo de outras pesquisas anteriores sobre assuntos relacionados. Essa contextualização pode incluir a.

Justificativa
A justificativa deve responder às perguntas: Por que esse tema é importante? Como essa pesquisa vai contribuir para os estudos na sua área, no seu campo do saber? Quem poderia se beneficiar da pesquisa? A justificativa deve mostrar o valor do trabalho..

Objetivos
O que a pesquisa visa a mostrar / verificar / esclarecer? Onde se pretende chegar com a pesquisa? Quais devem ser os produtos da pesquisa?

Perguntas de Pesquisa
Quais perguntas direcionam minha pesquisa? Quais perguntas meu trabalho propõe responder? Em alguns tipos de pesquisas, ainda se pode falar em “hipóteses”, que são afirmações que devem ser investigadas. Outras pesquisas são mais exploratórias, sem hipóteses formuladas previamente. De qualquer maneira, a pesquisa deve ser sempre orientada por algumas perguntas centrais.

Pressupostos Teóricos
Neste item devem ser apresentados conceitos, conhecimentos e informações que auxiliem a compreensão do objeto de estudo. Deve incluir, por exemplo, uma síntese das ideias relevantes dos autores já lidos. É importante demonstrar que você já leu a respeito de seu tema, que é capaz de organizar o pensamento dos outros, e de citar corretamente os autores. Essa parte pode incluir suas reflexões sobre textos lidos em disciplinas cursadas que sejam relevantes para seu trabalho. Busque referências em bibliotecas, na Internet, e consulte outros pesquisadores (colegas, professores) ou profissionais envolvidos na área de seu tema.

Metodologia de pesquisa
Aqui se descreve todo o processo previsto para o estudo e suas fases. Toda pesquisa se apoia em procedimentos sistemáticos de levantamento de dados, análise e avaliação, mas os métodos empregados podem variar dependendo da temática da pesquisa e do seu embasamento teórico. Esses procedimentos e critérios de avaliação devem ser explicitados, citando as fontes que apoiam sua metodologia de preferência.

Dependendo do tipo de pesquisa, caso envolva coleta de dados, pode ser importante explicitar o seu contexto: onde o estudo vai acontecer? (Por exemplo, descreva o tipo de escola, seus alunos, localização etc.) Quais os participantes (colaboradores, sujeitos, participantes, informantes)? Quem vai estar envolvido, e qual é o perfil e o papel de cada um? Descreva o número e as características dos participantes (idade, sexo, classe social, outros detalhes relevantes). Coleta: como os dados serão coletados? Por meio de que instrumento(s): Entrevistas? Questionários? Transcrições? Pesquisa bibliográfica? Quais são as edições de obras literárias escolhidas para análise. Qual é a época focalizada? Qual é o recorte que vai delimitar seu corpus? Justifique suas opções.

Cronograma
O cronograma deve detalhar como você planeja o desenvolvimento de sua pesquisa, como distribui seu trabalho dentro de seu prazo para a realização do mestrado/doutorado. Seu plano de trabalho pode ser semestral ou mensal. Colocá-lo em forma de gráfico pode facilitar a visualização. No cronograma, é útil utilizar os mesmos termos empregados para designar as “fases” ou “tarefas” da sua pesquisa (como “levantamento bibliográfico”, “formação do corpus”, “fase de entrevistas”, “redação da tese” etc.).

Bibliografia
Deve-se apresentar referências bibliográficas, seguindo as normas da ABNT, de todos os textos/livros que você já leu para a escolha do tema/ objeto de pesquisa. Deve-se incluir também outras referências selecionadas que são julgadas essenciais para sua pesquisa, e que serão estudadas posteriormente. Para a apresentação da bibliografia, é essencial que se cuide da padronização do formato

_________________________________________________________________________________________________________

Bibliografia
ECO, U. Como se faz uma tese? São Paulo: Ed. Perspectiva, 1986
LAVILLE, C.; DIONNE, J. A construção do saber: Manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. [Revisão técnica e daptação da obra: Lana Mara Siman.] Porto Alegre: Artmed, 1999.
LÜDKE, M. Pesquisa em Educação: Abordagens Qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.
MACHADO, A. R.; LOUSADA, E. G.; ABREU-TARDELLI, L. S. Planejar gêneros acadêmicos. São Paulo: Parábola, 2005.
PÁDUA, E.M.M. Metodologia de Pesquisa. Campinas: Papirus Editora, 2000.
QUIVY, R.; CAMPENDHOUDT, L. Van. Manual de Investigação em Ciências Sociais. Lisboa: Gradiva, 1992.
SANTOS, A.R. Metodologia do Trabalho Científico – A Construção do Conhecimento. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2000.
SEVERINO, A.J. Metodologia do Trabalho Científico. São Paulo: Cortez Editora, 2000.

Resultados das Etapas de Seleção do Processo Seletivo
Lista de resultado dos Exames de Proficiência realizados no Centro de Línguas (não disponível ainda)
Espanhol: CLIQUE AQUI
Francês: CLIQUE AQUI
Inglês: CLIQUE AQUI
Italiano: CLIQUE AQUI


Lista de resultados da Prova de Competências
- Mestrado/Doutorado

Lista de resultados da Arguição e Análise de Currículo
- Mestrado/Doutorado

Lista de resultado final e confirmação de matrícula
Para confirmação de interesse de matrícula, o(a) candidato(a) selecionado deve: Preencher e assinar o documento confirmação de interesse.