Áreas de Concentração, Linhas e Projetos de Pesquisa

O Programa de Pós-Graduação em Letras Estrangeiras e Tradução (LETRA) origina-se do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos, Literários e Tradutológicos em Francês (ELLTF), cuja criação remete à década de 1970. A reestruturação do PPG em ELLTF tem por objetivo criar um programa que seja orientado por afinidades, conformidades e paridades epistemológicas e que não se baseie apenas no compartilhamento de uma mesma língua-cultura. Ao ser renomeado e reestruturado, o programa passa a abrigar os antigos programas de Estudos Judaicos e Árabes, Literatura e Cultura Russa e Estudos da Tradução (TradUSP), além de professores especialistas em outras línguas. Confirma-se a vocação da USP, e mais especialmente da área de Letras, para a pluralidade de línguas e perspectivas de pesquisa.

Os Programas de Pós-Graduação organizam-se em Áreas de Concentração, Linhas de Pesquisa e, dentro de cada Linha, em Projetos de Pesquisa.

Segundo a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), agência que subsidia o Ministério da Educação na formulação das políticas nacionais de pós-graduação:

- uma Área de Concentração expressa a vocação inicial e/ou histórica do Programa. Ela deve indicar a área do conhecimento à qual pertence o programa, os contornos gerais de sua especialidade na produção do conhecimento e na formação esperada.

- uma Linha de Pesquisa é definida como um domínio ou núcleo temático da atividade de pesquisa do Programa, que encerra o desenvolvimento sistemático de trabalhos com objetos ou metodologias comuns.

- um Projeto é entendido como uma atividade de pesquisa, desenvolvimento ou extensão realizada sobre tema ou objeto específico, com objetivos, metodologia e duração definidos, e desenvolvida individualmente por um pesquisador ou, conjuntamente, por uma equipe de pesquisadores.

Procurando abarcar uma grande diversidade de estudos e tendo sido construído a partir dos projetos de pesquisa efetivos dos professores, o PPG LETRA divide-se em três áreas de concentração; internamente, cada área de concentração se divide em linhas de pesquisa, que, por sua vez, abarcam diversos projetos de pesquisa: 

Área 1: Estudos linguísticos: 
• linha 1: ensino-aprendizagem/aquisição de línguas;
• linha 2: práticas discursivas, linguísticas e processos identitários.

Área 2: Estudos literários e culturais: 
• linha 1: estudos comparados;
• linha 2: estudos críticos;
• linha 3: cultura, história e sociedade.

Área 3: Estudos da tradução: 
• linha 1: tradução e recepção;
• linha 2: tradução e poética. 

 

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ESTUDOS LINGUÍSTICOS 

LINHA 1 - ENSINO-APRENDIZAGEM/AQUISIÇÃO DE LÍNGUAS. 

Esta linha de pesquisa objetiva abarcar estudos que investigam os processos de ensino-aprendizagem e/ou aquisição de línguas nos mais variados aspectos e sob diversas perspectivas teóricas. As pesquisas desenvolvidas nessa linha têm como foco: as interações, os gêneros, o(s) letramento(s), o material didático, as abordagens para fins específicos, as tecnologias, educação bilíngue e plurilíngue, entre outros, e seu papel no ensinoaprendizagem/aquisição de línguas. Dá-se destaque, também, à formação de professores para atuar nos âmbitos já descritos.

Projetos da Linha - ENSINO-APRENDIZAGEM/AQUISIÇÃO DE LÍNGUAS. 

Projeto 1: Desenvolvimento de alunos e professores: interfaces entre o ensino de línguas e a formação docente
Responsável: Eliane Gouvêa Lousada
Docentes: Heloisa Albuquerque Costa, Mona Mohamad Hawi
Descrição: Este projeto tem por objetivo estudar e analisar os processos de desenvolvimento de alunos e professores em diferentes contextos de ensino e aprendizagem de línguas, com base em inúmeras perspectivas teóricas e metodologias. O projeto abrange os contextos de ensino e aprendizagem com foco na interação e na produção de textos orais, escritos, multimodais, pertencentes a diversos gêneros textuais e contribuindo para o letramento (acadêmico ou não) dos envolvidos. A partir das pesquisas fomentadas, o projeto visa a propor materiais didáticos, cursos, formações (presenciais e/ou mediados por tecnologias) para o ensino-aprendizagem de línguas.

Projeto 2: Ensino e aprendizagem de língua francesa para contextos gerais e específicos (profissionais e universitários) e as Tecnologias da Comunicação e da Informação
Responsável: Heloisa Albuquerque Costa
Docentes: Eliane Gouvêa Lousada, Véronique Braun Dahlet
Descrição: Desenvolvimento de princípios teóricos e metodológicos fundamentais para o ensino do francês e suas metodologias no âmbito da didática das línguas estrangeiras para formação de professores; reflexão e a discussão sobre as questões de ensino e pesquisa realizadas na área do Francês para Objetivo Específico (FOS) e, em particular, em contextos universitários (Français sur Objectif Universitaire - FOU); formação e capacitação de futuros professores de francês conforme as diferentes demandas do mercado e da internacionalização do ensino superior no Brasil; promoção de ações na área relacionadas às Tecnologias da Comunicação e da Informação.

Projeto 3: Atividades de aprendizagem no contexto de estudos bilíngues: a Colaboração em foco
Responsável: Mona Mohamad Hawi
Docentes: Eliane Gouvêa Lousada
Descrição: A pesquisa investiga, compreende e transforma o processo de negociação de significados desenvolvidos na atuação docente/discente, considerando a perspectiva Sócio-Histórico-Cultural da Teoria da Atividade, conforme o sinalizado por Engrestöm, 2002; Vigotsky, 1998; Leontiev, 1978. Investigamos as estratégias e os discursos usados em sala de aula, a fim de propor novos caminhos no processo de aquisição-aprendizagem de uma Língua Estrangeira, em função de novas dinâmicas e novas teorias propostas para esta finalidade.

 

LINHA 2 - PRÁTICAS DISCURSIVAS, LINGUÍSTICAS E PROCESSOS IDENTITÁRIOS.

Esta linha objetiva abarcar as pesquisas ligadas ao estudo das práticas discursivas e linguísticas em diferentes contextos, com foco nos processos de construção identitária dos sujeitos envolvidos ou do coletivo, procurando observar modos de dizer, construir, reconstruir ou desconstruir as diferentes identidades e as tensões que deles ocorrem. São propostos estudos sob diversas perspectivas teóricas, que abrangem variados fenômenos linguísticos, textos, gêneros e línguas-culturas. 

Projetos da Linha - PRÁTICAS DISCURSIVAS, LINGUÍSTICAS E PROCESSOS IDENTITÁRIOS. (descrição dos projetos Clique aqui)

Projeto 1: Contato das línguas, identidades e culturas
Responsável: Véronique Braun Dahlet
Docentes: Arlete Orlando Cavaliere Ruech
Descrição: Estudar as modalidades dos percursos de desconstrução/reconstrução das identidades e culturas em processo no contato das línguas, em contexto institucional e literário.

Projeto 2: Língua hebraica moderna: aspectos históricos e culturais
Responsável: Gabriel Steinberg Schwartzman.
Descrição: Em 1890 foi fundado na Palestina o Comitê da Língua Hebraica, que se dedicou a um trabalho organizado de renovação e ampliação da língua hebraica falada, criando novos vocábulos incorporados pelos falantes do hebraico naquela época. Concomitantemente, uma batalha ideológica era travada na diáspora entre os apoiadores do ídiche e os que aderiram à língua ancestral, nas primeiras décadas do século XX. Este projeto aborda a época na qual agiram intelectuais, escritores e ideólogos determinados a renovar a língua hebraica, lendo, analisando e traduzindo textos do período.

Projeto 3: Estudo crítico e comparado de textos clássicos e contemporâneos da literatura armênia
Responsável: Deize Crespim Pereira
Descrição: Este projeto de pesquisa tem por objetivo o estudo crítico e comparado, assim como a tradução de textos literários armênios clássicos, modernos e contemporâneos. Tal projeto visa divulgar e tornar acessível a literatura armênia, ainda pouco conhecida, devido justamente à carência de traduções em português. Numa perspectiva interdisciplinar, são utilizados pressupostos teóricos e metodológicos de Tradução, Linguística Cognitiva e Identidade Cultural. Para o estudo crítico dos textos, levam-se em conta principalmente as relações entre literatura e história, literatura e sociedade, identidade cultural e representações culturais do povo armênio.

 

Professores envolvidos na ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ESTUDOS LINGUÍSTICOS 

1. Arlete Orlando Cavaliere Ruech
2. Deize Crespim Pereira
3. Eliane Gouvêa Lousada   
4. Gabriel Steinberg Schwartzman 
5. Heloisa Brito de Albuquerque Costa
6. Mona Mohamad Hawi
7. Safa Alferd Abou Chahla Jubran
8. Véronique Marie Braun Dahlet

 

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ESTUDOS LITERÁRIOS E CULTURAIS

LINHA 1 - ESTUDOS COMPARADOS.

Esta linha de pesquisa objetiva abarcar as pesquisas ligadas ao estudo comparados das literaturas estrangeiras. São propostos estudos baseados em projetos que tratam das transferências culturais, das relações entre o comparativismo e a história e as relações culturais entre literaturas.  

Projetos da Linha - ESTUDOS COMPARADOS. (descrição dos projetos Clique aqui)

Projeto 1: Literatura e imprensa: entre França e Brasil
Responsável: Alexandre Bebiano de Almeida
Docente: Gloria Carneiro do Amaral

Descrição: Pesquisa em torno de textos jornalístico-literários produzidos por escritores franceses e brasileiros. Tem o intuito de estudar a circulação de práticas jornalísticas e formas literárias entre o Brasil e a França. Queremos analisar, assim, as convenções, os protocolos e as formas que compõem certos gêneros literários que surgiram no jornal ou têm uma forte relação com ele: poema em prosa, crônica, romance-folhetim, entrevista, perfil, rodapé literário e outros mais.

Projeto 2: Literatura e teatro russos: diálogos e releituras
Responsável: Elena Vássina
Docentes: Maria de Fátima Bianchi, Mário Ramos Francisco Júnior
Descrição: O projeto pretende estudar a poética da literatura russa e examinar os diferentes processos intertextuais que ocorrem na releitura teatral dos textos clássicos.

Projeto 3: Literatura e expressão artística hebraica e judaica.
Responsável: Moacir Amâncio
Docentes: Marta Topel, Luis Sergio Krausz, Berta Waldman
Descrição: O projeto estuda obras literárias e afins produzidas em hebraico e outros idiomas judaicos e/ou utilizados por judeus através da história, assim como procede à tradução e à análise crítica e/ou comparativa dos referidos objetos: prosa, poesia, teatro, filosofia, biografia, história e ensaística, partindo dos períodos bíblicos e talmúdicos inicialmente localizados no Oriente Próximo e, depois, dispersos pela Ásia, África, diversas regiões europeias, bem como americanas. Essa trajetória múltipla e complexa nos seus cruzamentos continua em muitos aspectos bastante desconhecida inclusive nos próprios cenários em que ocorreu e ilumina pelo recorte da transversalidade tanto as variantes da trajetória judaica quanto as das demais culturas com as quais partilhou os mesmos cenários até a reunião das diásporas e sua consequência no Estado de Israel.

Projeto 4: Comparativismo russo-brasileiro, relações literárias e culturais entre Rússia e Brasil
Responsável: Bruno Barreto Gomide
Docentes: Maria de Fátima Bianchi, Mário Ramos Francisco Júnior
Descrição: O Projeto visa estudar a biografia intelectual de Bóris Schnaiderman e os diários do tradutor soviético David Vygódski.

 

LINHA 2 - ESTUDOS CRÍTICOS.

Esta linha de pesquisa objetiva oferecer um espaço de debate em torno das diferentes práticas críticas relacionadas às letras estrangeiras. São propostos estudos baseados em projetos que se interessam pelos processos de criação, pelas escritas biográficas e autobiográficas, problemas de estilo, contemporaneidade, estética teatral e dramaturgias.

Projetos da Linha – ESTUDOS CRÍTICOS.  (descrição dos projetos 
Clique aqui)

Projeto 1: O contemporâneo em literatura francesa
Responsável: Claudia Amigo Pino
Descrição: Realizar pesquisas descritivas, analíticas e críticas em torno da noção de contemporaneidade a partir de textos da literatura francesa. Investigar as intersecções críticas que nos permitem ler a contemporaneidade a partir de corpus de literatura francesa para além de sua data de publicação, interrogando-se sempre sobre a maneira pela qual a leitura e a atividade crítica em torno e a partir desses textos se caracterizam como atividades relevantes no contexto de hoje.

Projeto 2: Literatura francesa: criação e crítica
Responsável: Claudia Amigo Pino
Docente: Philippe Leon Ghislain Willemart
Descrição: Este projeto pretende discutir, por um lado, a criação literária em língua francesa por meio do estudo de documentos manuscritos e impressos e, por outro, abrir o diálogo da literatura e da crítica com outras áreas de conhecimento, como filosofia, linguística, sociologia e estudos culturais.

Projeto 3: O fenômeno da figura do "herói" na literatura russa do século XIX
Responsável: Maria de Fátima Bianchi
Descrição: Este projeto pretende discutir As especificidades da linguagem e do estilo de Dostoiévski

Projeto 4: Velimir Khlébnikov e a estética de vanguarda na Rússia
Responsável: Mário Ramos Francisco Júnior
Descrição: O projeto visa ao estudo de obras poesia, prosa, ensaios e textos dramáticos de Velimir Khlébnikov

Projeto 5: Política e narrativa: estudo de textos e análise.
Responsável: Mamede Mustafa Jarouche
Descrição: O projeto se propõe estudar as relações e interações dos tratados políticos teóricos árabes, que proliferaram a partir do século XI, com os textos ficcionais constituídos por fabulários, bem como com o farto anedotário registrado nos compêndios de ádab (boas letras) da época.

Projeto 6: Textos e contextos da Bíblia hebraica 
Responsável: Suzana Chwartz
Descrição: O projeto visa a produção de comentários críticos transdisciplinares dos textos que formam o que hoje é conhecido como Bíblia hebraica, com o objetivo de promover sua compreensão como artefato cultural da Antiguidade, inserido em seus diversos contextos vitais. O registro bíblico é estudado empregando-se a metodologia da microleitura em seu hebraico original, única via para se apreciarem os significados e níveis de significados que o texto apresenta, sem a intervenção de traduções, ideológicas, em sua maioria. A pesquisa focaliza sobretudo questões do feminino nas narrativas e nas leis bíblicas. Outros pontos de interesse são os códigos e as dinâmicas do clã e da tribo, bem como o desenvolvimento de ideologias específicas como aliança e salvação. Temas isolados como patrilinearidade, matrilinearidade, esterilidade e fertilidade, cosmogonia e punição também são objetos desta pesquisa. 


LINHA 3 - CULTURA, HISTÓRIA E SOCIEDADE.

Esta linha de pesquisa objetiva oferecer um espaço de debate em torno dos diferentes contextos socio-históricos, culturais e literários, que proporcionam reflexão crítica e analítica a respeito da cultura, da história e da sociedade tendo como base as literaturas estrangeiras.

Projetos da Linha - CULTURA, HISTÓRIA E SOCIEDADE. 

Projeto 1: Literatura alemã em perspectiva histórica
Responsável: Tercio Redondo
Descrição: Estudo da produção literária e teatral alemã, sobretudo na primeira metade do século XX, bem como sua relação com a obra de autores estrangeiros, em trabalho vinculado à investigação histórica. A Revolução Alemã, a República de Weimar, o advento do nazismo, a literatura no exílio e as duas guerras mundiais constituem alguns dos tópicos de interesse. Entre os autores abordados, destacam-se Bertolt Brecht e seu amplo círculo de interlocutores diretos e indiretos: Walter Benjamin, Ernst Bloch, Georg Lukács e Theodor Adorno, entre outros. Além dos gêneros dramático, lírico e narrativo, a prosa não ficcional é também objeto a ser considerado, incluindo-se aí ensaios, cartas, discursos públicos e artigos de intervenção no debate político e cultural.

Projeto 2: Geopolítica e geopoética  das línguas e literaturas no espaço francófono
Responsável: Véronique Marie Braun Dahlet
Docentes: Claudia Amigo Pino
Descrição: O projeto visa examinar as relações de poder entre as línguas e literaturas no espaço francófono, colocando-as em diálogo com o pensamento geopoético de Édouard Glissant.

Projeto 3: Os Impactos do Orientalismo sobre a Literatura Moderna Chinesa no Início do Século XX
Responsável: Shu Chang Sheng
Descrição: O projeto almeja estudar o modo como o orientalismo impactou a literatura moderna chinesa através dos discursos sobre "carácter nacional chinês", iniciados pelo missionário americano Arthur Smith, cujo livro “Chinese Characteristics” alavancou uma série de debates em torno da questão levantada pelo religioso. Na esteira de Smith, diversos escritores-pensadores se levantaram para combater os preconceitos orientalistas contra o povo chinês. Para citar alguns, estudaremos o livro de  "spirit of Chinese People” de Gu Hongming; “Novo Povo Chinês" de Liang Qichao; “Diário de um Louco” de Lu Xun; e "My Country e My People” de Lin Yutang.

Projeto 4: Estudos sobre o pensamento – Filosofia, Psicologia e História do pensamento.
Responsável: Miguel Attie Filho
Descrição: Em uma via, o projeto visa pesquisas de caráter historiográfico que evidenciem o continuum do pensamento humano em suas dimensões espaço-temporais como base para uma História do Pensamento da Terra. Em tal base de fluxo do pensamento, incluem-se no projeto investigações de autores, temas, áreas de conhecimento e culturas em sua pluralidade, desde que evidenciem o trânsito epistemológico de ideias, seja nos ramos da filosofia, da história das ciências, da psicologia e de outras áreas de investigação. Por outra via, o projeto pesquisa a respeito das dimensões do pensamento enquanto tal, em estudos tipológicos, a partir de uma abordagem epistemológica uni-pluri-dimensional, transitando em perspectivas filosóficas e psicológicas, em diálogo com outras ciências, visando constituir espaços de reflexão antropológica contemporâneas.

Projeto 5: À margem das letras: exílio, memória e nostalgia na literatura do “outro Israel”
Responsável:
Luis Sergio Krausz
Docentes: Moacir Amâncio, Marta Topel
Descrição: O cenário literário israelense contemporâneo é um campo altamente polarizado, no qual, ainda hoje, a literatura produzida pelos imigrantes do Norte da África e do Oriente Médio, que chegaram ao país no início da década de 1950, e pelos seus descendentes, ocupa uma posição marginal enquanto o centro é dominado por escritores de origem europeia. O objetivo deste projeto de pesquisa é mapear e trazer à atenção dos leitores brasileiros a produção literária recente e também mais antiga dos escritores de origem norte-africana e levantina, que com grande frequência tematizam a memória dos lares perdidos nos países islâmicos a partir de 1948, época das expulsões e perseguições aos judeus levadas a cabo nestes países, assim como a vivência de marginalidade destas populações depois de sua chegada a Israel, que os leva a uma paradoxal sensação de exílio na Terra da Promissão.

Projeto 6: Judeus, judaísmo e comunidades judaicas a partir da Modernidade.
Responsável: Marta Topel
Docentes: Luis Sergio Krausz, Moacir Amâncio
Descrição: O projeto se propõe compreender os arranjos socioculturais dos judeus na Modernidade e na contemporaneidade e analisar a gênese de novas formas identitárias no judaísmo.

Projeto 7: Semiótica da Cultura Russa
Responsável: Arlete Orlando Cavaliere Ruech
Objetivo: Estudo da produção dos semioticistas soviéticos e análise dos elementos da cultura, da literatura e das artes russas.

Projeto 8: Autoras de origem egípcia na literatura hebraica contemporânea
Responsável: Nancy Rozenchan
Docentes: Berta Waldman
Restrita durante algumas décadas a apenas parte das camadas diversas que compunham a população israelense, qual seja a de origem do Centro e Leste europeu, a literatura hebraica contemporânea necessitou de algumas gerações para se expandir por quase todos os nichos que compõem a população de Israel. A grosso modo, os grupos populacionais relegados às margens durante vários anos, como os sefarditas e os provenientes de países de fala árabe, conhecidos como “orientais”, amargaram um doloroso ostracismo representativo nas letras, seja pela ausência de autores em condições de competir com as correntes em voga, seja porque os temas que os tocavam, em grande parte desconhecidos, não compunham a linha mestra do interesse amplo. A aculturação ampla e a miscigenação desses grupos, mesmo que lenta e parcial, só passaram a se mostrar na literatura hebraica há poucas décadas. Autores que despontaram puseram a público importantes obras que apontaram para tramas pertinentes, em larga escala, às respectivas etnias. Tornaram-nas mais conhecidas e conseguiram levá-las para o centro da arena cultural do país, extrapolando a própria literatura. Judeus provenientes do Egito, um dos grupos assim qualificados de “orientais” chegaram a Israel após as grandes modificações políticas ocorridas no seu país na década de 1950. Seus representantes na literatura hebraica não são numerosos, como também não é muito numeroso os que foram daquele país a Israel. Formados de uma camada sociocultural que tinha bom nível no país original, parcialmente ocidentalizados ou europeizados, também em Israel procuraram assumir boa posição. Como ocorreu em outros países, escritores provenientes do Egito ou filhos de famílias oriundas dali ocupam em Israel posição elevada nas letras. Destacam-se dentre eles duas escritoras com obras premiadas, Orly Castel-Bloom e Ronit Matalon, esta última falecida há poucos meses. Dolly-City, de Castel-Bloom, foi incluído na Coleção de Obras Representativas da UNESCO. Em 2007, ele foi apontado em Israel como uma das dez obras mais importantes do país desde a criação do Estado. Em 1999, Orly Castel-Bloom foi destacada como uma das cinquenta mulheres mais influentes de Israel. As duas escritoras deram voz à mulher nas suas obras, além de comporem retratos da hoje inexistente sociedade judaico-egípcia e da bem integrada camada israelense de origem daquele país.

 

Professores envolvidos na ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ESTUDOS LITERÁRIOS E CULTURAIS

1. Alexandre Bebiano De Almeida
2. Arlete Orlando Cavaliere Ruech
3. Berta Waldman
4. Bruno Barreto Gomide
5. Claudia Consuelo Amigo Pino
6. Elena Vássina
7. Gloria Carneiro do Amaral
8. Luis Sergio Krausz
9. Mamede Mustafa Jarouche
10. Maria de Fátima Bianchi
11. Mário Ramos Francisco Júnior
12. Marta Francisca Topel

13. Maurício Santana Dias
14. Miguel Attie Filho
15. Moacir Amâncio
16. Nancy Rozenchan
17. Philippe Leon Ghislain Willemart
18. Safa Alferd Abou Chahla Jubran
19. Shu Chang Sheng
20. Suzana Chwarts
21. Tercio Loureiro Redondo
22. Véronique Marie Braun Dahlet 

 

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ESTUDOS DA TRADUÇÃO 

LINHA 1 - TRADUÇÃO E RECEPÇÃO.  

Esta linha de pesquisa contempla estudos sobre a recepção de traduções de obras estrangeiras, literárias ou não, bem como de obras brasileiras em outros países, analisadas do ponto de vista histórico, sociológico, linguístico, do estudo de corpora e ético. A linha contempla tanto “macroestudos” – estudos sobre um período, a obra de um tradutor, as traduções de um autor -, quanto “microestudos” – a análise comparativa do original e da tradução (ou de várias traduções).   

Projetos da Linha - TRADUÇÃO E RECEPÇÃO.  

Projeto 1: Tradução, sociedade e literatura: tradução e tradutores na História
Responsável: John Milton
Docentes: Heloísa Pezza Cintrão 
Descrição: Este projeto examina tradutores e traduções de importância em diferentes momentos da história, a partir de uma visada sociológica ou literária.

Projeto 2: Filologia e Tradução
Responsável: Luiz Antonio Lindo
Descrição: O projeto visa a discernir e interpretar as linhas mestras da cultura letrada incorporada nas línguas românicas em consequência das providências adotadas previamente em momentos decisivos da história intelectual do Ocidente, tais como as que possibilitaram o traslado do saber clássico para a Idade Média através do movimento tradutório do grego em latim e a disseminação de ideias modernizadoras pelo humanismo renascentista.

Projeto 3: Tradução e condicionantes culturais
Responsável: Adriana Zavaglia
Docentes:  Luciana Carvalho Fonseca, Stella Esther Ortweiler Tagnin, Heloísa Pezza Cintrão
Descrição: Análise de condicionantes culturais da tradução, especialmente as marcadas no léxico, em textos literários ou especializados, a traduzir ou já traduzidos, com vistas à elaboração de estudos críticos, obras lexicográficas ou traduções comentadas.

Projeto 4: Éticas e poéticas do traduzir
Responsável: Lenita Maria Rimoli Esteves
Docentes: Alvaro Faleiros
Descrição: Dando sequência ao projeto “Tradução e ética: aspectos culturais, políticos e ideológicos”, o presente projeto investiga a atividade da tradução à luz de seus principais condicionantes, entre os quais estão necessidades mercadológicas, filiações políticas e agenciamentos culturais. O projeto procura iluminar aspectos que ficam subjacentes ao leitor comum e que determinam por que traduzir e como fazê-lo.

Projeto 5: Tradução e Interpretação em contextos jurídicos
Responsável: Luciana Carvalho Fonseca
Docentes: Adriana Zavaglia, Stella Esther Ortweiler Tagnin
O projeto visa ao estudo e/ou à elaboração de recursos de apoio (e.g. corpora, recursos terminológicos baseados em corpora) para a tradução e a interpretação em contextos jurídicos (e.g. em juízo, no comércio, em zonas de conflito), bem como ao estudo das competências, da identidade e da representação do tradutor e intérprete profissional dentro desses contextos. Este projeto também abrange a análise da tradução e interpretação no contexto jurídico do ponto de vista da análise crítica do discurso baseada em corpus.

Projeto 6: A Linguística de Corpus na tradução
Responsável: Stella Esther Ortweiler Tagnin
Docentes: Adriana Zavaglia, Luciana Carvalho Fonseca
Descrição: Este projeto abriga pesquisas nos Estudos da Tradução que se valem da metodologia da Linguística de Corpus. Podem variar de estudos comparados de traduções a análises de aspectos culturais em traduções, passando pela compilação de glossários técnicos e pela tradução audiovisual.

Projeto 7: Tradução de narrativas de e para o árabe: ferramentas e escolhas
Responsável:
Safa Alferd Abou Chahla Jubran
Docentes: Michel Sleiman
Descrição: Descrever e discutir aspectos da tradução no fazer tradutório de obras narrativas da língua portuguesa vertidas para a língua árabe, bem como de obras narrativas desta língua para aquela, tendo como objeto basicamente obras da literatura contemporânea.

 

LINHA 2 - TRADUÇÃO E POÉTICA. 

Esta linha de pesquisa, que estuda o fenômeno da tradução como reescritura e se volta para o fazer textual enquanto poiesis, tem por objetivos: (1) identificar e discutir os aspectos teóricos e críticos mobilizados na tradução de obras literárias e de textos clássicos, com ênfase nas discussões das abordagens adotadas e nos aspectos epistemológicos envolvidos na tradução; (2) difundir, através da tradução, em todo ou em parte, obras literárias e textos clássicos em tradução comentada e anotada, acompanhada de discussão sobre a metodologia empregada, bem como de justificativa do aporte teórico adotado; (3) permitir o desenvolvimento de trabalhos de escrita criativa por meio de transcriações e apropriações livres de obras estrangeiras.

Projetos da Linha - TRADUÇÃO E POÉTICA.  (descrição dos projetos Clique aqui)

Projeto 1: Traduzir o poema
Responsável:
Alvaro Faleiros
Docentes: Lenita Maria Rimoli Esteves
Descrição: Este projeto visa a análise, comparação, contraste, descrição e estudo crítico de textos poéticos a traduzir ou já traduzidos.

Projeto 2: Poéticas: poetas em tradução comentada
Responsável: Marcelo Tápia Fernandes
Docentes: Alvaro Faleiros
Descrição: Neste projeto, especial atenção é reservada à tradução comentada de lírica, inédita ou não (retradução), para a qual servem de sustentação os Estudos da Tradução e Estudos Literários voltados especificamente a esse gênero.

Projeto 3: Poéticas: tradução como estratégia de revitalização linguística 
Responsável: Eduardo de Almeida Navarro
Descrição: O projeto tem como objetivo examinar como a prática tradutológica pode interferir na promoção de línguas ameaçadas de extinção e minoritárias, favorecendo a expressão de culturas que tendem a sucumbir ou a serem invisibilizadas com a globalização econômica do mundo contemporâneo.

Projeto 4: Grandes escritores e obras da Itália em tradução comentada
Responsável: Maurício Santana Dias
Descrição: Este projeto tem por objetivo enfocar especificamente a tradução comentada e anotada de autores e obras da Itália, nos diferentes gêneros literários, tanto para analisar os impactos dessas traduções na relação Itália-Brasil, quanto para trazer à luz paratextos inéditos, com impacto para a documentação e a crítica.

Projeto 5: Percursos da tradução: textos verbais e não verbais
Responsável: Maria Sílvia Cintra Martins
Docentes: Heloísa Pezza Cintrão
Descrição: Este projeto visa compreender ("verstehen, nicht erklären") processos de tradução intralinguística, interlinguística e intersemiótica, com ênfase para esta última. A tradução intersemiótica e sua presença nas mitagens ("mythscapes") do universo das narrativas ameríndias. A tradução literária no cerne das outras traduções. Tradução, metamorfose e perspectivismo.

Projeto 6: Tradução da poesia russa e soviética
Responsável: Aurora Fornoni Bernardini
Descrição: Este projeto visa a tradução, pesquisa e análise de poetas russos e soviéticos.

Projeto 7: Tradução e recriação da Poesia Chinesa
Responsável:
Antonio José Bezerra de Menezes Jr
Descrição: Estudo da poesia chinesa, clássica e moderna, em sua tradução e recriação para as línguas ocidentais, em especial para o português.

Projeto 8: Estudo e crítica da poesia árabe através da tradução
Responsável: Michel Sleiman
Docentes: Safa Alferd Abou Chahla Jubran
Descrição: O projeto se propõe estudar a poesia árabe no largo período que compreende o Islã clássico até a contemporaneidade, pontuando as especificidades do gênero poético oriental no quadro da subjetividade dos autores e dos movimentos literários e artísticos respectivos, repensadas as fontes a partir do fenômeno da tradução que confronta as poéticas alvo.

Projeto 9: Literatura alemã: tradução comentada
Responsável: Tercio Redondo
Descrição: A tradução de textos literários em língua alemã e seu respectivo comentário. Trata-se de pesquisa que vincula o trabalho tradutório aos estudos literários, com vistas à análise e interpretação textual. Além dos gêneros lírico, dramático e narrativo, a prosa não ficcional (ensaios, cartas, discursos públicos, artigos de intervenção no debate político e cultural etc.) é também objeto de consideração.

 

Professores envolvidos na ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ESTUDOS DA TRADUÇÃO

1. Adriana Zavaglia   
2. Álvaro Faleiros
3. Antonio José Bezerra de Menezes Jr 
4. Aurora Fornoni Bernardini   
5. Eduardo de Almeida Navarro   
6. Heloisa Pezza Cintrão (orientação específica para apenas uma aluna) 
7. John Milton   
8. Lenita Maria Rimoli Esteves   
9. Luciana Carvalho Fonseca      
10. Luiz Antônio Lindo   
11. Marcelo Tápia Fernandes   
12. Maria Silvia Cintra Martins   
13. Maurício Santana Dias   
14. Michel Sleiman
15. Safa Alferd Abou Chahla Jubran   
16. Stella Esther Ortweiler Tagnin
17. Tercio Loureiro Redondo